POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Aceitando a política de privacidade da ACADEMIA DE CIÊNCIAS DE LISBOA (ACL), o utilizador consente que os seus dados sejam usados pela ACL, instituição científica de utilidade pública, pessoa coletiva com o número 501 749 799, com sede na Rua da Academia das Ciências de Lisboa, n.º 19, 1249-122 Lisboa.

O processamento dessa informação tem como objetivo:

  1. estabelecer contactos, a pedido das partes, com os utilizadores interessados em consultar os serviços fornecidos ou promovidos em linha pelo administrador dos dados;
  2. permitir que os subscritores dos boletins informativos recebam informações sobre a língua portuguesa, ou sobre conteúdos específicos solicitados pelo utilizador;
  3. responder a solicitações do utilizador para obtenção de informações e esclarecimentos de dúvidas.

As consultas recebidas utilizando os formulários podem ser publicadas tanto na página da ACL como nas redes sociais ou outras aplicações, sempre anonimamente, eliminando quaisquer dados que permitam identificar o seu autor.

Nos formulários, os campos assinalados com * são obrigatórios, e os dados pessoais processados são dados de identificação, como nome e endereço eletrónico.

O utilizador é responsável pela veracidade dos dados pessoais fornecidos, e a Academia das Ciências de Lisboa reserva-se o direito de excluir qualquer utilizador que tenha prestado declarações falsas ou erróneas, sem prejuízo da aplicação de outras ações previstas na lei.

Caso os dados pessoais do utilizador sofram alteração, a ACL deverá ser informada, através de envio de mensagem eletrónica (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.), para que as suas informações sejam atualizadas.

O utilizador tem o direito de eliminar, a qualquer momento, a subscrição do boletim informativo da ACL.

CANCELAMENTO DE DADOS PESSOAIS

Os dados pessoais contidos na base de dados da ACL são anónimos. Apenas a consulta e resposta serão preservadas, não sendo, em qualquer situação, associadas a nenhum dado pessoal.

Última atualização: 7 de junho de 2018

mala-posta
Do francês malle-poste
nome feminino
carruagem basicamente destinada ao transporte oficial do correio, em compartimento próprio, mas que também era usada para o transporte de passageiros e mercadorias


«Iam a Coimbra à matrícula geral, que é logo princípio do mês; e depois, uns de barco, outros na mala-posta, lá seguiam todos para aquela praia, à espera que se abrissem as aulas.» Trindade Coelho, In Illo Tempore, p. 69


«O Vilaça então lembrou os desastres da mala-posta. No de Alcobaça, quando tudo se virou, ficaram esmagadas as duas irmãs de caridade!» Eça de Queirós, Os Maias, p. 60


Plural: malas-postas

in Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa [nova edição digital em curso]

Crédito da imagem: Pedro Ribeiro Simões

Apoios

X

Conteúdo protegido

Conteúdo protegido por direitos de autor